Artigo da seção pessoas Fernando Molica

Fernando Molica

Artigo da seção pessoas
Literatura  
Data de nascimento deFernando Molica: 1961 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia
Fernando Molica (Rio de Janeiro, RJ, 1961). Romancista, contista e jornalista. Criado em Piedade, subúrbio da capital carioca, escreve, ainda criança, pequenas colaborações para O Jotinha, suplemento infantil de O Jornal. Ingressa no curso de jornalismo da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e inicia carreira profissional em 1981, publicando matérias nas revistas Manchete e Fatos&Fotos. Dois anos depois, é contratado como repórter da sucursal carioca do jornal O Estado de S. Paulo e, logo a seguir, pela Folha de S. Paulo. Assume o cargo de chefe de reportagem do jornal O Globo, volta à Folha de S. Paulo e segue finalmente para a Rede Globo em 1996, trabalhando como repórter especial do programa Fantástico . Estreia na ficção em 2002 com o romance Notícias do Mirandão. Neste mesmo ano, participa da fundação da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji). Dirige a instituição por mais de um mandato e coordena a Coleção Jornalismo Investigativo, promovida pela entidade. Publica o livro-reportagem O homem que morreu três vezes (2003), fruto de pesquisas para matérias veiculadas pela Rede Globo e, a seguir, dois romances, Bandeira negra, amor (2005), e O ponto de partida (2008). Ainda nos anos 2000, entra para a universidade, coordenando um curso de jornalismo para a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Investigação jornalística e literatura combinam-se em mais um livro, O inventário de Julio Reis (2012).

Comentário Crítico
A obra de Fernando Molica retoma uma tradição da literatura brasileira, de diálogo entre a literatura e escrita jornalística. Nascido ainda no século XIX, este intercâmbio atinge um de seus ápices na década de 1970, quando se difunde no país o chamado "romance-reportagem".

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Fernando Molica:

  • Outros nomes
    • José Fernando Reis Molica
  • Habilidades
    • jornalista cultural
    • romancista
    • contista

Fontes de pesquisa (5)

  • CAIXETA, Rodrigo. O talento precoce de um repórter. In: Associação Brasileira de Imprensa. Entrevista realizada em 22 jun. 2007. Disponível em: http://www.abi.org.br/entrevista-fernando-molica/. Acesso em: 19 abr. 2014.
  • COSTA, Cristiane. Pena de aluguel: escritores jornalistas no Brasil 1904-2004. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.
  • FERNANDO MOLICA. Site Oficial do Escritor. Disponível em: www.fernandomolica.com.br. Acesso em: 19 abr. 2014.
  • ARRIGUCCI JR., Davi. Jornal, realismo, alegoria: o romance brasileiro recente. In: ARRIGUCCI JR., Davi. Achados e Perdidos: ensaios de crítica. São Paulo: Polis, 1979. pp. 79-115.
  • CANDIDO, Antonio. A nova narrativa. In: ______. A Educação pela Noite. Rio de Janeiro: Ouro Sobre Azul, 2006.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • FERNANDO Molica. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2017. Disponível em: <http://enciclopediaitaucultural.org.br/pessoa401136/fernando-molica>. Acesso em: 21 de Jul. 2017. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7